Loading...
Home

WFP – Centro de Excelência contra a Fome

17/08/2018

Além do Algodão: Missão a Lavras inicia diagnóstico de países

 

O Centro de Excelência contra a Fome realizou uma missão a Lavras, em Minas Gerais, juntamente com uma equipe da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), para uma séria de atividades com representantes de Moçambique, Quênia e Tanzânia, três dos quatro países africanos participantes do projeto Além do Algodão.

Os técnicos africanos estão no Brasil para uma jornada de intercâmbio do projeto de cooperação bilateral Cotton Shire-Zambeze, realizado com a Universidade Federal de Lavras. O Centro de Excelência e a ABC aproveitaram a presença no Brasil para apresentar o projeto Além do Algodão para os técnicos dos três países e realizar um primeiro levantamento sobre os contextos locais da cadeia do algodão para compor os documentos que guiarão as atividades do projeto em cada país.

 

 

Além do Algodão

O projeto Além do Algodão é uma iniciativa do Centro de Excelência e da ABC em parceria com o Instituto Brasileiro do Algodão. O projeto apoiará produtores de algodão e instituições públicas de quatro países africanos no escoamento dos subprodutos do algodão, como óleo e torta, e dos produtos consorciados, como milho, sorgo e feijão. Boas práticas identificadas no Brasil servirão de inspiração para que Benim, Moçambique, Quênia e Tanzânia desenvolvam suas próprias soluções para o escoamento da produção dos agricultores familiares.

A missão a Lavras foi uma oportunidade de intercâmbio de conhecimentos, metodologias e experiência, tanto com os representantes dos países africanos, quanto com as instituições envolvidas em outros projetos de cooperação entre Brasil e África na área do algodão.

Com as visitas e reuniões realizadas em Lavras, a equipe do projeto Além do Algodão pôde identificar boas práticas do setor algodoeiro realizadas nos países e identificar as instituições e organizações envolvidas em atividades de apoio ao desenvolvimento do setor algodoeiro, principalmente relacionadas ao escoamento da produção.

As atividades da missão incluíram o levantamento dos antecedentes da cadeia do algodão em Moçambique, Quênia e Tanzânia, a análise das fortalezas, fraquezas, oportunidades e ameaças do setor algodoeiro de cada país e a discussão dos cenários potenciais para o escoamento dos subprodutos do algodão e de culturas alimentícias consorciadas.

 

 

Com isso, o Centro de Excelência, a ABC e os representantes dos países deram o pontapé inicial nos diagnósticos dos países participantes. O algodão, de modo geral, é vendido às algodoeiras com contratos estabelecidos antes do plantio, o que dá uma garantia aos agricultores. Os alimentos produzidos de forma consorciada, por sua vez, somente têm escoamento a partir dos excedentes gerados e em mercados variados, como feiras, vendas em rodovia, ou por meio de comerciantes maiores.

A missão a Lavras foi a primeira atividade exitosa de intercâmbio e colaboração entre duas modalidades de cooperação, bilateral e trilateral. Os dois projetos têm estratégia complementar. O projeto bilateral, Cotton Shire-Zambeze, visa apoiar os países no aumento da produção do algodão, na rotação de cultivos e no desenvolvimento de tecnologia agrícola e variedades adaptadas. Já o projeto trilateral, Além do Algodão, pretende apoiar o escoamento da produção e novas oportunidades de mercado para o algodão e seus subprodutos e produtos alimentícios consorciados.

Como não havia representantes do Benim em Lavras, outras ações estão sendo em andamento para a elaboração do diagnóstico do país, como levantamento de informações sobre as principais instituições do setor e a contratação de um consultor nacional.

VER TODOS TOUTES LES ACTUALITÉS SEE ALL NEWS
  • 19/10/2018

    Fórum Global de Nutrição Infantil celebra 20ª edição na Tunísia

  • 19/10/2018

    Centro participa de eventos sobre desigualdade e segurança alimentar