Loading...
Home

WFP – Centro de Excelência contra a Fome

02/08/2018

Libéria discute alimentação escolar

 

O governo da Libéria, as Nações Unidas e parceiros realizaram a Conferência Nacional de Atores da Alimentação Escolar, no dia 27 de julho, para discutir o potencial da alimentação escolar como um promotor de desenvolvimento no país. A conferência teve o apoio do presidente da Libéria, George W. Weah, que foi representado pelo ministro das relações exteriores do país, Gbenzohngar Findley. As discussões estiveram centradas nos mecanismos necessários para assegurar a implementação de uma iniciativa nacional de alimentação escolar.

O Centro de Excelência contra a Fome participou do evento para apresentar seu trabalho de cooperação Sul-Sul e experiências de alimentação escolar de outros países que possam servir de referência para a implementação de um programa de alimentação escolar vinculada à agricultura local na Libéria. Representantes do governo, parlamento, União Africana, escritório de país do PMA, agências das Nações unidas, parceiros de desenvolvimento, ONGs, agricultores familiares e setor privado também participaram.

O governo da Libéria realizou uma Revisão Estratégica de Fome Zero para avaliar e identificar lacunas e ações prioritárias para ajudar o país a alcançar fome zero até 2030. Essa revisão identificou a alimentação escolar como uma oportunidade crucial para incidir sobre as lacunas em segurança alimentar e nutrição entre crianças, assim como uma oportunidade para superar desafios no setor da agricultura.

 

 

Durante a conferência, os participantes reconheceram que a alimentação escolar vinculada à agricultura local é um programa eficiente, com potencial para oferecer a agricultores familiares um mercado estável e confiável. Ao utilizar alimentos produzidos localmente, o programa de alimentação escolar ajuda os agricultores a progressivamente ampliar sua produção para atender outros mercados consumidores. A iniciativa tem o potencial de prover uma solução de longo prazo para a fome na Libéria.

Outro impacto positivo da alimentação escolar é a melhoria dos indicadores educacionais. As taxas de matrícula, retenção e conclusão dos ciclos básicos de ensino melhoram quando as crianças são alimentadas nas escolas. Os indicadores de saúde e nutrição também melhoram. Nadia Goodman, consultora do Centro de Excelência, compartilhou durante a conferência algumas das boas experiências do Centro no apoio a países para o desenho e implementação de iniciativas de alimentação escolar.

Os participantes se comprometeram a apoiar e fortalecer o programa de alimentação escolar do país e a colocar em prática as decisões tomadas durante a conferência. O governo da Libéria vai continuar a liderar o diálogo em todos os níveis e vai defender o programa junto a ministérios, parceiros de desenvolvimento e empresas. A Libéria também vai ampliar a alocação orçamentária para o programa e garantir que os recursos sejam utilizados na aquisição de alimentos produzidos localmente.

Como próximo passo, o governo, em colaboração com seus parceiros, vai estabelecer uma plataforma nacional multi-setorial para coordenar a operacionalização do programa. Eles vão desenvolver um plano de ação e um marco nacional que inclua mecanismos de financiamento. Também devem se envolver em atividades de cooperação Sul-Sul para ampliar as capacidades pessoais e institucionais em áreas como nutrição, educação, saúde, agricultura, gênero e governança.

VER TODOS TOUTES LES ACTUALITÉS SEE ALL NEWS
  • 19/10/2018

    Fórum Global de Nutrição Infantil celebra 20ª edição na Tunísia

  • 19/10/2018

    Centro participa de eventos sobre desigualdade e segurança alimentar