Loading...
Home

WFP – Centro de Excelência contra a Fome

23/02/2018

Laos e Brasil discutem cooperação em alimentação escolar

Delegação do Centro de Excelência do WFP e participantes dos governos central e regional do Laos.

 

Uma delegação brasileira realizou uma missão ao Laos de 19 a 23 de fevereiro para intercâmbio de conhecimentos e informações sobre diferentes abordagens de Fome Zero com os governos nacionais e provinciais, e discutir os termos da cooperação entre os dois países e o Centro de Excelência contra a Fome do WFP. O foco da missão foi contribuir com os esforços do país para melhorar seu programa de alimentação escolar.

Durante a missão, dois eventos diferentes reuniram representantes do governo nacional do Laos e governos provinciais. O objetivo era engajar os tomadores de decisão do alto escalão e a equipe técnica para melhorar e investir em iniciativas de alimentação escolar. O escritório de país do Programa Mundial de Alimentos e o governo concordaram em um plano para transferir o programa de alimentação escolar ao governo em fases, até 2021. A visita brasileira foi estratégica para contribuir com o planejamento governamental desse processo de forma a assegurar a sustentabilidade do programa.

 

Visita a uma das escolas no Laos. Foto: WFP/Mariana Rocha

 

Cooperação

Os dois eventos realizados foram uma oficina na província de Udomxay e uma reunião nacional do alto escalão na capital do Laos, Vientiane. Os eventos serviram para aumentar a conscientização sobre a importância do desenvolvimento de sistemas alimentares, do aprimoramento das técnicas agrícolas e de processamento de alimentos, da ampliação da produção local e da cooperação Sul-Sul para vincular o Laos às agendas globais e regionais de desenvolvimento.

A delegação brasileira participou de ambos os eventos para compartilhar experiências globais, regionais e locais de alimentação escolar. Representantes de províncias de todo o país apresentaram as principais características e desafios da alimentação escolar do Laos. A participação de funcionários do alto escalão e representantes das províncias nas discussões sobre alimentação escolar foi uma conquista e permitiu que as partes interessadas ampliassem sua compreensão sobre a experiência de alimentação escolar brasileira, principalmente no que se refere à nutrição e à compra de alimentos de agricultores familiares.

Dentre os muitos aspectos do programa de alimentação escolar brasileiro discutidos durante a missão, os seguintes tópicos receberam especial interesse pelos oficiais do Laos:

  • fontes de financiamento
  • papel dos nutricionistas no planejamento de cardápios e em ações de educação nutricional
  • mecanismos para coordenar os diferentes ministérios envolvidos
  • impactos na agricultura familiar, incluindo geração de renda
  • participação de estados e municípios.

A delegação brasileira foi composta por representantes do Centro de Excelência contra o Fome do WFP, da Agência Brasileira de Cooperação (ABC), do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE) e da Empresa de Assistência Técnica e Extensão Rural (EMATER/DF).

 

 

Alimentação escolar no Laos

A oficina em Udomxay aconteceu de 19 a 21 de fevereiro, com cerca de 70 pessoas presentes. Representantes de 11 províncias compartilharam com participantes e com a delegação brasileira as experiências práticas de refeições escolares no Laos. Durante o evento, os participantes discutiram diferentes abordagens para a alimentação escolar e fizeram um exercício para tirar lições das experiências em vigor no país.

Uma delegação do Laos fez uma visita de estudo ao Brasil junto ao Centro de Excelência do WFP em 2014. Desde então, o país aprovou uma política de alimentação escolar, e o escritório de país do Programa Mundial de Alimentos tem trabalhado com o governo e outros parceiros para implementar a política. O acesso a água limpa e as iniciativas de higiene foram algumas das prioridades.

Os esforços conjuntos também abordam o equilíbrio nutricional das refeições fornecidas aos alunos, com o uso vegetais cultivados pelas comunidades. Inspirado na visita ao Brasil, um projeto piloto vem oferecendo assistência técnica aos pequenos agricultores que fornecem comida às escolas desde 2017.

O evento incluiu uma viagem de campo para três escolas nos distritos de La, Beng e Namor, para a delegação brasileira ver em primeira mão a implementação da alimentação escolar no Laos. A oficina também foi uma oportunidade para o escritório de país do Programa Mundial de Alimentos apresentar o plano de 18 meses para transferir o programa de alimentação escolar para o governo. Em 2019, o WFP vai passar a alimentação escolar de 500 escolas para a gestão do governo e das comunidades. Isso corresponde a 30% das escolas apoiadas pelo WFP. Até 20121, a gestão das outras 950 será transferida. Os participantes discutiram prioridades e necessidades que podem exigir o apoio do Centro de Excelência do WFP e do Brasil e as próximas etapas.

 

Visita a uma das escolas no Laos. Foto: WFP/Mariana Rocha

 

Reunião de alto escalão

O encontro em Vientiane contou com a participação de cerca de 100 pessoa. Foi liderado pelo ministro da Educação e dos Esportes e por Letícia Lopes da ABC e pela diretora e representante do WFP no Laos, Sarah Gordon-Gibson. Entre os participantes estavam representantes de vários ministérios, províncias, organizações governamentais, setor privado e agências da ONU. O evento teve como objetivo expor aos governos central e provincial do Laos ao modelo brasileiro de segurança alimentar e nutricional, incluindo o sistema de cadastro único para proteção social, a legislação de alimentação escolar e iniciativas para impulsionar o cultivo de agricultores familiares.

A reunião foi fundamental para envolver funcionários do alto escalão, tanto do governo central como das províncias, para se apropriarem do programa de alimentação escolar. O escritório de país do WFP e do Centro de Excelência do WFP apoiarão o processo de transferência.

O governo apresentou o plano de implementação da alimentação escolar, que define as iniciativas do país na alimentação escolar de 2018 a 2021. Brasil e Laos também discutiram os termos da cooperação técnica com o Centro de Excelência do WFP.

Os eventos no Laos foram organizados pelo governo em parceria com o escritório de país do Programa Mundial de Alimentos.

Voltar
  • 15/06/2018

    Camboja discute programa de alimentação escolar

    Leia Mais
  • 08/06/2018

    Centro participa de fórum global sobre educação

    Leia Mais