Loading...
Home

WFP – Centro de Excelência contra a Fome

27/10/2017

Merendeiras brilham em concurso de receitas

Em uma cerimônia emocionante, foram anunciadas as cinco vencedoras da segunda edição do concurso Melhores Receitas da Alimentação Escolar. Com o objetivo de valorizar o papel das merendeiras na educação alimentar e na nutrição de crianças e adolescentes, o concurso escolheu a melhor receita de cada região do Brasil.

Participaram da etapa final do concurso 15 merendeiras, três de cada região do país. Elas foram selecionadas dentre mais de 2 mil inscritas, após passarem por etapas municipais, estaduais e regionais de avaliação da receita proposta e das atividades de educação alimentar e nutricional desenvolvidas nas escolas. As preparações apresentadas na fase final do concurso combinavam sabor e nutrição, refletiam os hábitos alimentares regionais e eram dignas de chefes de cozinha.

Premiação

 

Cerimônia de premiação das 15 merendeiras finalistas. WFP/Isadora Ferreira

Durante a cerimônia de premiação, o presidente do Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação (FNDE), Silvio Pinheiro, afirmou: “nós estamos muito felizes em poder reunir a representação daquilo que temos de melhor na alimentação dos nossos alunos, em todo o território brasileiro. Essas merendeiras são profissionais importantíssimas, pois conseguem traduzir as regras e leis que o Governo Federal estabelece, em refeições muito saborosas, como as que vimos aqui. O papel da merendeira é, sem dúvida, essencial para o sucesso das políticas públicas de educação”.

“Graças aos alimentos que as merendeiras preparam com carinho e dedicação, os estudantes podem aprender os que os professores ensinam’, afirmou Daniel Balaban, diretor do Centro de Excelência contra a Fome. “O Brasil é um dos maiores produtores de alimentos do mundo, podemos e devemos servir comida de verdade a nossos estudantes. Alimentação escolar não é só comida, é também educação, saúde, cuidado e amor”, completou.

Representando as 15 merendeiras finalistas, Daniela Felizardo do Rio Grande do Sul, destacou que as condições de trabalho das merendeiras nem sempre é a ideal. “Às vezes não temos toda a estrutura para trabalhar, mas nossa dedicação supera tudo”, contou.

Seleção

Etapa final de escolha das vencedoras. WFP/Isadora Ferreira

A prova que elegeu as cinco melhores receitas aconteceu na quarta-feira, 25, e foi um show de criatividade e habilidade. Foram apresentados aos jurados 15 pratos que remetem às tradições alimentares de todos os cantos do Brasil. Desses 15, foram escolhidos os cinco vencedores. Fizeram parte do júri o chefe de cozinha Marcelo Petrarca; Mariana Rocha, representante do Centro de Excelência Contra a Fome do Programa Mundial de Alimentos da ONU; Lorena Medeiros, do Conselho Regional de Nutrição em Brasília; Alda Oliveira, presidente do Conselho de Alimentação Escolar do Estado de Roraima; e Sofia Marinho, estudante do sexto ano da CEF 104 Norte, em Brasília.

As merendeiras classificadas em primeiro lugar receberam um prêmio de R$ 6 mil, além de uma viagem internacional. As merendeiras que ficaram em segundo lugar receberam R$ 3 mil, e as terceiras colocadas, R$ 1 mil. Todas elas participaram de cursos de aprimoramento de técnicas culinárias e ganharam kits de cozinha.

Veja como foi a semana das 15 finalistas em Brasília.

As vencedoras do concurso Melhores Receitas da Alimentação Escolar são:

Região Norte

WFP/Isadora Ferreira

1º lugar: Macarronada paraense – Maria Claudia Ferreira dos Santos – Belém, Pará
2º lugar: Sabores da Ilha – Rosiete de Oliveira Quaresma – Belém, Pará
3º lugar: Pai d’égua esse nemo com pupunha e tucupi – Josilene do Socorro Farias de Freitas

Região Nordeste

WFP/Isadora Ferreira

1º lugar: Caldo nordestino – Gilda Rosangela Cordeiro de Souza – Tacaratu, Pernambuco
2º lugar: Creme de abóbora com carne moída – Vanuza Fernandes Cordeiro – Novo Oriente, Ceará
3º lugar: Arroz nordestino – Antonia Girlandia Pimentel de Oliveira da Silva

Região Centro-Oeste

WFP/Isadora Ferreira

1º lugar: Legumes ao creme de milho – Débora de Souza Leal Ribeiro – Taquarussu, Mato Grosso do Sul
2º lugar: Rocambole nutritivo de baru da tia Osmarina – Osmarina Pereira Assini – Iporá, Goiás
3º lugar: Escondidinho de purê de mandioca com carne suína e legumes – Nuap dos Santos Cardozo de Santana – Cidade Ocidental, Goiás

Região Sudeste

WFP/Isadora Ferreira

1º lugar: Arroz minerim – Luciana Aparecida Pinheiro – São Sebastião do Paraíso, Minas Gerais
2º lugar: Lasanha de fubá nutritiva – Elza do Carmo Paiva Silva – São Francisco da Glória, Minas Gerais
3º lugar: Almôndegas com cenoura e aveia da tia Lu – Luciene de Oliveira Rosa – Japeri, Rio de Janeiro

Região Sul

WFP/Isadora Ferreira

1º lugar: Polenteca – Daniela Fernanda Felizardo – Bento Gonçalves, Rio Grande do Sul
2º lugar: Arroz campeiro – Inês Augusta Parizotto Medeira – Realeza, Paraná
3º lugar: Bananinha de mandioca recheada com frango – Satiane Lacerda – Arroio do Padre, Rio Grande do Sul

 

O concurso Melhores Receitas da Alimentação Escolar foi realizado pelo Fundo Nacional de Desenvolvimento da Educação em parceria com o Centro de Excelência contra a Fome, o Sebrae, a Caixa e a FAO.

Voltar
  • 12/07/2018

    O apoio do Centro de Excelência do PMA a países asiáticos

    Leia Mais
  • 06/07/2018

    Centro contribui com discussões sobre fome zero na Argélia

    Leia Mais